Conheça os principais tipos de prata usados em jóias!

Tempo estimado de leitura: 7 minutos

As joias em prata possuem suas particularidades, são peças de diversos tipos que podem ir das mais básicas até as mais sofisticadas. Tanto em formato, composição e estilo. Várias características fazem da Prata uma perfeita aliada das joias.

Tanto em qualidade, durabilidade e usabilidade, o uso da prata entrega uma versatilidade em ser montada com diversos visuais para diferentes estilos pessoais.

Nós da Céu de Prata selecionamos alguns tipos de prata e quais são os mais usados em joias para você ficar por dentro e, na hora de escolher a sua, saber exatamente quais são as mais indicadas e como é a composição delas – uma informação muito importante para conhecer a sua joia antes de comprar.

Os tipos de prata

colar de prata no pescoço de uma mulher

Para conhecermos mais de perto as categorias, vale a pena destacar suas principais propriedades e funções no mundo dos metais preciosos:

Prata de lei

As pratas de lei têm esse nome por conta das leis que determinavam a pureza na composição de joias, pois ao fim da época do Império, muita prata de baixa qualidade era comercializada, com um índice alto de complementos, o que afetava a qualidade dos ornamentos.

Por isso foi instituído um nível de pureza para a prata, como as pratas 925 e 950:

Prata 925 e 950

Conhecida também como Prata Esterlina, a Prata 925 contém 92,5% de sua composição em prata e o restante é completado com outro metal, ou até mesmo o cobre, um dos mais usados nessa linha.

Já a Prata 250 é composta por 95% de prata e, por ser maleável precisa da união com outros materiais para fortalecer a joia.

prata modelo 925 e 950

Esses elementos que compõem esses tipos de prata fazem com que ela seja mais robusta e resistente. Um padrão que deixa a joia extremamente durável e continua sempre brilhante. Permitem que a identidade da pessoa que está usando seja destacada com elegância.

Uma peça 100% prata seria muito mole, e acabaria sendo difícil trabalhá-las para criar formas e detalhes, de forma que as pratas 925 e 950 são muito usadas justamente em peças com desenhos mais elaborados.

Prata 999 fina

Essa prata é uma da mais desejadas, e o selo de qualidade para você saber se realmente está comprando uma prata fina original precisa vir com o selo 999 FS ou 999. A pureza da prata nessa joia é de 99,9% de prata e o 0,01% restante é em um material diferente.

Essa união deixa a peça mais macia e ao mesmo tempo precisa ser fina, por isso o nome também. A mesmo tempo que possui uma pureza inconfundível da prata, ela precisa de cuidados extras por esse mesmo motivo.

Existem mais probabilidades dessa prata sofrer mais arranhões e amassados, porque é mais delicada, e por isso exige um cuidado redobrado para evitar danos.

Prata Argentium

Na maioria das vezes essa prata contém cobre ou germânio, e isso deixa ela com um aspecto mais resistente, além disso, esses outros compostos deixam a peça menos propensa a receber manchas.

São peças delicadas e conseguem entregar propostas nobres quando combinadas com visuais mais elegantes. Você pode combinar essa prata com um mix de colares que ajudarão a dar destaque em todo o look.

Prata 1000

Assim como você percebeu nos últimos exemplos conforme o número, a composição de prata dessa peça se torna o que o número passa, ou seja, 925 contém 9,25%, assim também a 1000 possui 100% em prata.

Na maioria das vezes esses modelos são muito delicados por serem inteiramente em prata, o que prejudica na resistência, que fica menor e pode sofrer danos mais facilmente. A maleabilidade dela faz dessa uma peça única. Complicada de manter, mas sem deixar a beleza de lado.

Prata 900

A Prata 900 é fundida em altas temperaturas para que seja banhada em outros materiais, como o cobre, o estanho e até o latão. Com isso elas ficam brilhantes e entram em destaque, mas não possuem a mesma durabilidade do que as demais, isso porque ela conta com apenas uma camada da prata, que pode ser desgastada com o tempo.

Prata Leve 

Para dar fim em nossa lista com alguns dos tipos de prata, selecionamos a prata leve, que possui sua maior parte em metais mais leves, como cobre. Finalizada com prata pura deixando as joias brilhando e com exclusividade. Essa peça é indicada para qualquer momento.

Podem estar em brincos, anéis e correntes, mas são mais encontradas em brincos volumosos, que dão destaque a qualquer um que estiver usando essa maravilhosa joia. A maioria das peças podem ser finalizadas com o ródio, um metal que cobre com uma camada de brilho e que evita os arranhões nas peças em prata.

A prata pode oxidar?

Cloro e enxofre danificam a prata, pois ela é sensível a qualquer um desses elementos. Por isso, esteja sempre cuidando de suas joias, sem misturar o material de cada uma ou deixar mal guardadas, esses cuidados básicos pode aumentar bastante sua longevidade.

duas joias oxidando

As possibilidades com a prata são vastas, você pode encontrar a sua favorita na Céu de Prata e ainda receber dicas exclusivas sobre joias para e manter sempre por dentro das atualizações de nossos posts! Até a próxima!

Photo of author

Autor: Céu de Prata

Deixe um comentário